BDMG 2ª via de boleto
2ª via Boleto
clique aqui para emitir

Emita a 2ª via do seu boleto com rapidez e sem complicação. Aqui no BDMG é assim!

BDMG Internet Banking
Internet Banking
acesse seu internet banking

Nosso cliente pode consultar as informações relativas ao seu contrato e ainda solicitar um novo financiamento!

BDMG Meu Financiamento
Meu Financiamento
acesse seu financiamento

Para quem fez uma simulação e deseja acompanhar o andamento da proposta de forma rápida e segura.

BDMG Correspondentes Bancários
Correspondentes Bancários e Parceiros
acesse área de parceiro

Se você é um parceiro do BDMG, aqui você acessa todas as funcionalidades disponíveis, sem complicação.

27 dez 2021
Publicado novo edital de licitação para concessão do Circuito Turístico de Poços de Caldas

Novos estudos realizados pelo BDMG incluíram a Rampa de Voo livre à área de concessão e alongou o prazo para utilização do teleférico atual

A Prefeitura de Poços de Caldas publicou na sexta-feira (17/12) aviso de licitação de concessão de uso de bens públicos que tem por objetivo a seleção de empresa para a exploração econômica de atividades turísticas de visitação, bem como serviços dos equipamentos turísticos, incluídas obrigações de gestão, melhorias e operação dos equipamentos turísticos que compõem o Circuito Turístico Integrado de Poços de Caldas.

O modelo proposto para a concessão aprovado pelo Poder Municipal e estruturado pela equipe do BDMG, determina que a empresa vencedora assuma a gestão e operação do Circuito Turístico Integrado, formado pelo Complexo Turístico Cristo Redentor, com seu teleférico e com a Rampa de Voo Livre, a Fonte dos Amores, o Recanto Japonês, e o Complexo Turístico Véu das Noivas. Para isso, investimentos obrigatórios estimados em R$ 36,7 milhões deverão ser feitos para substituição de equipamentos, construção e melhorias nas instalações. Em contrapartida, a empresa vencedora poderá explorar economicamente os espaços por 35 anos.

“Os estudos agregaram maior viabilidade econômico-financeira ao projeto em relação ao edital de licitação publicado em outubro de 2020, ajustando-o ao contexto de pandemia e ao aumento generalizado dos custos”, afirma Elaine Soares, analista da equipe de estruturação do BDMG. Entre as principais melhorias estão a flexibilização de especificações técnicas do teleférico, concedendo maior liberdade ao concessionário para elaboração de um projeto que atenda à demanda do município; a alternativa de investimento com a reforma do teleférico atual e o consequente alongamento do prazo da sua utilização para até 10 anos ou até que se atinja o público de 143 mil usuários do teleférico; e a inclusão da Rampa de Voo Livre, localizada no Complexo Cristo Redentor, à área de concessão.

O município manterá a propriedade dos imóveis e será remunerado mensalmente por essa cessão, além de arrecadar recursos da concessionária com a cobrança do ISS sobre os serviços oferecidos.

PRÓXIMOS PASSOS

As empresas interessadas em obter mais informações devem procurar a Prefeitura de Poços de Caldas ou acessar o site da prefeitura. A sessão inaugural ocorrerá em 15 de fevereiro de 2022, às 10:30h.

SAIBA MAIS SOBRE OS EQUIPAMENTOS TURÍSTICOS

Complexo Turístico Cristo Redentor: localizado no alto da Serra de São Domingos, no ponto mais alto do município, é composto pelo Monumento Cristo Redentor, salão multiuso, estacionamento, rampa de acesso ao teleférico, calçadas, jardins circundantes, estrada de acesso e área de mata. Faz parte desse complexo o Teleférico, inaugurado há mais de 40 anos com o objetivo de transportar moradores e turistas do centro da cidade até o alto da Serra de São Domingos. É operado pela Prefeitura desde o ano de 2000. A empresa vencedora da licitação deverá fazer sua substituição por um teleférico novo no prazo máximo de 60 meses, caso opte por retomar a operação do equipamento atual em até 12 meses da assinatura do contrato. Caso a empresa prefira começar a operar diretamente com o equipamento novo, deverá iniciar a operação deste no prazo máximo de 30 meses.

Fonte dos Amores: é um dos atrativos mais antigos de Poços de Caldas. Conta com uma pequena cascata que surge em meio à vegetação, harmonizada com um projeto paisagístico e a famosa escultura e símbolo da cidade, feita em 1929 pelo italiano Giulio Starace, denominada “Grupo dos Amores”. Integrada à diversidade ecológica da Serra de São Domingos, a Fonte dos Amores tem um ar romântico, com lendas, poemas e estátua dedicada ao amor. O local também conta com bica de água potável proveniente da Serra, muito utilizada pela população. É também a partir da Fonte dos Amores que sai a principal trilha que dá acesso ao topo da Serra de São Domingos e aos pés do Cristo Redentor, descortinando uma belíssima vista panorâmica de Poços de Caldas, a 1.686 m de altitude.

Recanto Japonês: foi aberto ao público em 1975 como agradecimento à cidade pela recepção a uma empresa japonesa de fertilizantes, mas é gerido pela prefeitura. O jardim tem paisagismo e construções que remetem à cultura japonesa – uma réplica dos jardins japoneses – e foi implantado em uma das encostas da Serra de São Domingos. O espaço foi projetado para ser um local de meditação e contemplação, proporcionando momentos de bem-estar e contato com a natureza.

Complexo Turístico Véu das Noivas: também inaugurado em 1975, o complexo foi criado para oferecer uma estrutura capaz de atender os visitantes que iam contemplar a beleza das três quedas d’água que formam a cachoeira que dá nome ao local. Em meio a uma abundante área verde, o complexo possui restaurante, parquinho infantil e trenzinho, além de passeios, portaria, banheiros e estacionamento.