​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​

Encontre um Release

Seminário 50 anos CEDEPLAR e 55 anos BDMG

O ambiente intelectual e os desafios econômicos mineiros na década de 1960 criaram as condições para a fundação do BDMG e, cinco anos depois, para a criação do Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional (Cedeplar) da UFMG. A conexão das histórias dessas instituições foi tema do seminário realizado na quinta (23) no auditório da Faculdade de Ciências Econômicas da UFMG.

A abertura do evento teve a participação do secretário de Estado de Planejamento e Gestão e presidente do Conselho de Administração do BDMG, Helvécio Magalhães. Em seguida, foram realizadas duas mesas-redondas. A primeira, A história do Cedeplar e do BDMG: trajetórias do desenvolvimento de Minas Gerais, com participação dos professores da UFMG Célio Campolina Diniz — também assessor do Banco —, João Antônio de Paula, Paulo Roberto Haddad e o ex-presidente do BDMG Paulo Paiva, sob a coordenação de José Alberto Magno de Carvalho.  Durante as explanações, foi apresentado o contexto de criação do Banco e do Cedeplar, caracterizado pela adversidade econômica e pelo desafio de desenvolver Minas Gerais por meio de um banco de fomento, bem como da necessidade de conhecimento regional para promover a transformação da capacidade produtiva mineira.

Desafios do Cedeplar e do BDMG para o desenvolvimento futuro de Minas foi o tema da segunda mesa-redonda, que teve a participação do presidente Marco Crocco. O presidente ressaltou o desafio de ampliar a atuação do Banco como ator estratégico na indução do desenvolvimento socioeconômico sustentável. "Neste momento, o Estado assume papel fundamental na economia e, consequentemente, o BDMG tem a sua importância. Estamos atuando com intencionalidade e, para isso, escolhemos atuar em cinco campos estratégicos: Desenvolvimento Regional e Social, Inovação, Setores Estratégicos, como fármacos e semicondutores, Sustentabilidade Ambientale Agro", disse.

Histórias conectadas

O Cedeplar foi criado em 1967 por professores do departamento de economia da Faculdade de Ciências Econômicas da UFMG e funcionários do BDMG para apoiar atividades de pós-graduação e pesquisa em economia regional, com objetivo de contribuir para o desenvolvimento de Minas Gerais. As linhas de pesquisa do Cedeplar contemplam áreas afins ao desenvolvimento, como economia regional e urbana e demografia. Nestes campos de atuação, desenvolveu excelência para atuação qualificada.  Apoiou o estudo "Minas Gerais no século XXI", coordenado pelo BDMG em 2002. Em 2012, também colaborou para o Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Em 2015, o BDMG refirmou esta parceria com  um convênio para capacitação de seus funcionários. O estreitamento de laços com a produção acadêmica auxilia o Banco no alcance de seus objetivos estratégicos por meio de  técnicas de análise para uma visão mais atual e aprofundada da economia mineira.

​​​​
 

ASSESSORIA DE IMPRENSA

(31) 3219-8521 / 98236-8571 ​

segunda a sexta, das 09:00 as 18:00

​​​

​​

 

​​

 

​​​​​​​​​

 
​​​